Pizza Time! – Quem ganha esta parada?

Mais um post para ver quem ganha a briga entre o Super Nintendo e o Mega Drive. Neste caso o jogo em questão é um beat’n up tão amado que eu nunca ouvi ninguém reclamar da gameplay do dito cujo. E antes que alguns digam que não tem como ter comparação entre os dois jogos, eu digo que há, pois os dois usam os mesmos sprites, a mesma jogabilidade – com exceção do arremesso presente na versão do SNES, Arcade – e o mesmo arranjo sonoro, portanto, Teenage Mutant Ninja Turtles: Turtles in Time (SNES, 1992) e Teenage Mutant Ninja Turtles: The Hyperstone Heist (Mega Drive, 1992) estão no pareo de hoje.

E para vocês, gamers, qual dos dois ganha, ou teremos um empate técnico?

E só para ajudar na equiparação. Comparação de som da mesma composição de uma fase.

Anúncios

10 comentários em “Pizza Time! – Quem ganha esta parada?

  1. Para mim a versão de snes e mega ficam tecnicamente empatadas, deixando a versão de arcade com o segundo lugar.

    A versão de Snes tem um movimento de arremeço amais, mas isso só é útil em um boss, onde para derrotá-lo você tem que jogar os inimigos na tela, fora isso vejo esse movimento apenas com engraçado.Aversão de MD tem uma faze de gelo onde cai umas estalactites muito legal, mas nada que deixe superior ao de snes, que também é um ótimo game.Já a versão de arcade é meio que apelativa e difícil, alguns movimentos são meios que inúteis , e raramente são utilizado no decorrer do jogo, como o pulo e quando estiver quase alcançando o chão apertar ataque, isso fará com que a tartaruga saia numa pequena voadora que derruba o oponente, também a versão de arcade não tem corrida, isso também dificulta muito para se esquivar no jogo e para completar o movimento especial, que arranca muito life a ser usado, assim tornando um movimento inútil e pouco recomendado.

  2. Por favor, se possível, comentem também no blog. Gostaríamos de movimentá-lo.

    Bom, na minha opinião eu fico meio indeciso, realmente, entre as duas versões. Tanto uma quanto a outra me agradam bastante, mas eu dou uma atenção maior para a versão do Mega Drive por um dois motivos:

    – A qualidade sonora acima da média;
    – E a jogabilidade precisa e rápida.

    Não que no Super Nintendo isto seja inferior, pelo contrário,a Konami conseguiu fazer uma versão caseira muito superior a versão Arcade – coisa que a Capcom aprendeu depois do Final Fight com o Street Fighters II, para o SNES e para o MD (que vão ser postos a prova de comparação em breve) – e que mantém o jogador preso ao game.

    Existem fases no Super que o MD não tem – já que, tecnicamente são duas histórias diferentes, mas que usam os mesmos sprites e musicas, com tons diferenciados -, que o torna um jogo bem interessante, destaque, por exemplo, nas fases do futuro, com uma música muito foda!

    Quem jogou Turtles in Time tem essas músicas na cabeça todas, tal qual um tal de Top Gear! 😄

    Mas o Mega Drive, na questão de música, a Konami detonou de uma forma pouco vista em conversões, ou subconversões, ouçam a mesma música no MD.

    Igual? Na verdade muito próxima da versão do Super Nintendo e Arcade que, como todos sabem, tem mais canais de som e um chip sonoro superior ao do MD. E pensar que o MD consegue gerar um som nesta qualidade e ouvimos porcarias ruins como o caso do Rock ‘n Roll Racing…

    Agora a jogabilidade no MD eu acho um pouco superior ao do Super porque a combinação de botões deste é bem enxuta. Se eu quero derrubar todos os Ninjas do Clã do Pé, o que eu faço? Simples, bato em um e, depois, fico batendo ele no chão.

    As vezes, na versão do Super Nintendo, batemos o ninja no chão, algumas outras, sem querer, jogamos ele contra a tela – um efeito muito lega, diga-se de passagem no SNES -, o que estraga, um pouco, a “estratégia” de gameplay.

    Agora uma coisa que eu acho superior no Arcade, se comparado aos dois sistemas, são os quase “infinitos” quadros de animação a mais neste sistema, mas que não deixa a desejar nos outros dois.

    Enfim, os jogos são bem equivalentes e eu acho que aqui há um bom empate técnico!

  3. O Som e a trilha do Snes é sim um pouco superior, pois o snes tem uma capacidade sonora superior ao Mega Drive.
    E eu vi sim o vídeo comparando as trilhas do Blog, e lá mostrou que o do Snes tem um acabamento e acompanhamento superior ao do Mega Drive, mas nada que influência na qualidade sonora do game da sega.

    No que o do mega Drive é superior ?

    *Os comandos do jogo são bem lisos e fáceis de executar que o do snes
    *O Jogo é um pouco mais rápido e tem apresentações mais bem elaboradas

    No que o do Snes é superior?

    *As trilhas são mais trabalhadas e as vozes e sons do game também, como barulho das explosões e pancadas.
    * O game tem um golpe de agarrão mais, que possibilitou arremeçar os inimigos para fora da jogada.

  4. Eu prefiro a versão do Mega pelo motivo que já foi dito acima: Os controles são mais “soltos” permitem uma movimentação e ação rápida, isso combinado com a variedade de golpes que o jogo possui torna uma experiência agradável.
    Já no SNES eu gosto muito da temática das fases, valoriza mais o gameplay
    no Som, a versão do Mega tem um ótimo trabalho, mas a do SNES e ligeiramente melhor
    Enfim, é uma dificil comparação, só pontos positivos a exaltar, ambos são excelentes

  5. Bem apesar e preferir a versao do megão , ela ficou com poucas fases
    já a do snes tem bem mais fases.Tem uma coisa que axo “legal” que ele e cronometrado se for ver quase nenhum jogo na epoca era conometrado isso na versao de mega jap e se vcs forem jogar as versoes de mega jap e eua vai se notar uma diferença nos ninjas, numa das versaoes uns chegam pulando,e na de snes ñ sei se tem cronometro.

  6. Eu sou meio suspeito pra comentar, pq o Turtles do mega foi meu primeiro jogo e eh facil facil um dos meu top5 mega

    a OST e a jogabilidade eu prefiro a do mega.. eu que uso muito a corrida e agarrao, fica bem facil pra mim correr pros lados e agarrar os inimigos

    o Snes eu achei muito legal o esquema de vc jogar o inimigo na tela, e as fases sao mais variadas e criativas.. e mais chefes tb

    uma comparacao mais comica, eh o som qdo vc acerta o boss, no Snes parece um sapo e no mega parece um latido de cao :p

  7. As duas versões ficaram excellentes, só que a versão do Super Nintendo eu acho ligeiramente melhor. Mais extensa, completa nos sons e detalhes das fases, vozes dos personagens e do gameplay como foi dito pela galera acima. Mesmo assim as duas versões são excellentes, pois valorizaram os potenciais do Super Nintendo e do Mega Drive!!
    Konami é KONAMI!!

  8. Eu mandei isso no twitter…. não tenho um melhor. Tenho ambos os jogos e amo eles. Acho o do Snes mais fácil, mas para mim isso é vantagem…. pelo joystick do snes, que acho BEM mais preciso (qdo aperto pra direita, não vai para baixo como o do mega >.<') eu escolheria ela…. mas se colocar a do mega pra eu jogar, jogo com o maior prazer! 😀

  9. Sorry, guys, mas dessa vez o Megão perdeu! Ao contrário do que algumas pessoas falaram, o golpe do agarrão faz falta sim: tanto no arcade quanto no SNES era uma das coisas mais legais do jogo. Sem contar que a versão do Mega tem não só fases a menos, como chefes a menos também, como o próprio vídeo postado mostra (no Mega o Metal Head não aparece no fim da 1ª fase), e isso faz com que, para mim, o game perca até mesmo para o remake atual para Live e PSN (que tbm foi tesourado sem dó!). Não que Hyperstone Heist seja um jogo ruim, mas se eu puder escolher, fico com Turtles in Time mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s