Amigos, amigos, magias à parte!

World of Illusion era o bálsamo entre os jogos de mega que eu tinha. Bonito, tranqüilo, saudável e estrelado pelos personagens da Disney que embalaram minhas manhãs de sábado, tomando Nescau, esparramada no sofá.

capa

Só essa capa já me deixava doida pra jogar.

Pra variar, eu não sabia a história do jogo na época. Pelas imagens que apareciam antes do jogo começar, Mickey e Donald foram parar em outro mundo e o Bafo de Onça (pra variar, de novo) era o vilão. Feito! Era tudo que eu precisava saber, tudo que eu tinha de fazer era guiar o Sr. Camundongo ou o Sr. Pato, ou ambos, para fora daquele mundo.

fase 1 mickey

Bem vindo ao novo mundo, amiguinho!

A primeira partida foi com o Mickey. Como personagem do jogo ele é muito carismático. Vai andando naquele passinho de rato e usando sua capa mágica nos inimigos, assim transforma soldados mal encarados, mosquitos, abutres e aranhas em flores e borboletas. Ele é muito bem caracterizado, e tem a personalidade de “Mickey” clássica, curioso, corajoso e otimista. Como pode um bonequinho de um jogo de vídeo game transmitir isso? Em World of Illusion é o que ele me parece, na maneira como se move, nas pequenas palavras que diz ao longo do jogo, a forma como olha em volta quando está parado. Tudo isso transmite muita personalidade para ele.

fase mickey

Balança, mas não cai!

Em contrapartida, temos o Donald. Todo mundo sabe que ele é o antagonista do Mickey. O que o camundongo tem de simpático, boa gente, amigão, o Donald tem de rabugento, brigão e mal humorado. E em World of Illusion, essa diferença crucial foi transmitida de uma forma muito clara. O Donald já tem a cara enfezada, um jeito de andar mais duro. As palavras que ele fala durante o jogo soam sempre zangadas e quando fica parado no cenário muito tempo, é nítido o quanto o pato fica impaciente! XD

praia donald

A fase que eu mais gosto do Donald, e a melhor música do jogo! =D

Ambos os personagens tem fases em comum e fases específicas, assim como jogar em multiplayer, que eu acho a forma mais legal de aproveitar World of Illusion. Os dois têm movimentos fluídos, bem variados. Podem andar ou correr, tudo depende da pressa ou do momento que se apresenta no jogo. O único movimento que tem um pequeno problema é o pulo. Às vezes, ser alto e longo não ajuda. Os personagens demoram muito para voltar para o chão e essa demora muitas vezes custa uma “carta”, que é como é contada a “energia” que o personagem tem. Ao menos eles não tinham aquela demora para parar, que fazia muitos personagens de vários jogos escorregarem pela borda do cenário, como se tivessem pisado na vaselina. Em World of Illusion, se Donald ou Mickey caíssem da beira, a culpa era inteiramente sua, não deles. =)

corredeiras donald

Ficar na beira não é problema.

E todos os personagens do jogo eram especais. Eram coloridos, arredondados, com movimentos característicos e inspirados em personagens atuais (para época) ou muito antigos, que talvez nem fossem reconhecidos. Os chefes incluíam o Bafo, Madame Mim, o dragãozinho inspirado no personagem do filme Meu Amigo Dragão, até a aranha na primeira parte do jogo são alguns ícones da Disney que foram bem representados, eles têm a personalidade característica, quem os conhece, reconhece.

mickey aranha

Tenho certeza que você foi inspirada nesse desenho: http://www.youtube.com/watch?v=xybmxRCyfHg

Mas em minha opinião, a parte mais divertida realmente era jogar em dupla. O modo multiplayer exigia que um colaborasse com o outro. Era impossível seguir adiante se você não “pescasse” o seu amigo vez ou outra, se você, no lugar do Mickey, não desentalasse o Donald de algumas passagens muito estreitas. A fase da mina, onde ambos têm que saltar num determinado ritmo para impulsionar a vagoneta é muito divertido. Derrotar os chefes fica infinitamente mais fácil neste trabalho de equipe. Aqueles dragõezinhos que saem dos blocos de pedra me davam dor de cabeça quando eu jogava sozinha, mas não davam nem para o cheiro quando eu jogava com a minha mãe.

mickey e donald mina

Acho que você tem que perder uns quilinhos, Donald!

Definitivamente, World of Illusion é um jogo que eu adoro, ou melhor, eu amo. Foi o primeiro jogo que eu terminei/virei/passei/salvei na minha infância e foi o primeiro que me permitiu aproveitar um tempo em frente ao mega drive com outra pessoa jogando junto. Na companhia do Mickey e do Donald eu me diverti muito e rever este jogo hoje me trouxe muitas boas lembranças, desses carinhas tão simpáticos. =)

final

É bom demais. 😉

Anúncios

2 comentários em “Amigos, amigos, magias à parte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s